Eu Sou Deus By Giorgio Faletti

Questo è il mio potere. Questo è il mio dovere. Questo è il mio volere. Io sono Dio. Portuguese Um policial com um ritmo lento. As primeiras 100 páginas parece que não avançam nada. Muito texto. Poucos diálogos.

Uma excelente história, sendo que surpreende pela positiva. Não é um policial em que há um assassino a matar muita gente mas sim uma pessoa que lhe aconteceu demasiado mal na vida, tenta mudá-la e acaba por matar desenfreadamente e em massa, no entanto, não é o serial killer convencional. Este mauzão da fita tem muita mais que se lhe diga. . .

O responsável pela investigação é uma mulher que é uma personagem muito convincente que me conquistou logo às primeiras páginas em que se começa a mostrar. Uma mulher com fibra mas também delicada e com coração. Uma mulher a quem lhe estão acontecer coisas muito negativas a nível pessoal mas que face ao que está a suceder, consegue desligar-se e comprometer-se profissionalmente, sem, no entanto, descurar essa mesma responsabilidade familiar.
Terá como parceiro um repórter fotográfico, que se liga à história de uma maneira excelente. Também adorei esta personagem. Uma personagem conturbada também ela. Um homem que já fez muita asneira no passado e que vive atormentado pelo fantasma do irmão. . .

Temos um padre que dirige uma casa que recupera adolescentes ligados a drogas e que faz o seu melhor. Um padre que a certa altura vê a sua vida a alterar-se com uma certa pessoa que entra no seu confessionário e que vai mudar todo o rumo da trama. . .

O livro todo passa-se assombrado pela guerra do Vietname. Todas as personagens são de alguma forma afectadas por ela. . .

Um livro com uma história interessante e cativante que incentiva à sua conclusão, a 100 páginas do fim só queria ler tudo de uma vez para descobrir tudo o que se estava a passar e quando isso aconteceu fiquei pasmada a olhar para as letras. . . fui tão bem enganada. . . a resposta estava MESMO ali.

Apesar de tudo e tendo em conta o meu gosto pessoal não é um livro favorito. O ritmo como já referi é lento e demora para ser desvendado o que quer que seja. Andamos às voltas com as personagens. . . Portuguese Voi dovete sapere una cosa: io in teoria, ho due librerie, una è mia personale con tutti i miei libri che ho comprato da quando ho iniziato a leggere, e una invece è dei miei genitori, perché prima anche i miei leggevano, dove sono presenti libri di vari generi, Stephen King, Dan Brown e così via. Ed è proprio in questa libreria che ho scoperto Io sono Dio.

Parto dicendo che, questo libro non lo letto di mia spontanea volontà, se mio padre non mi avesse consigliato questo libro, molto probabilmente avrebbe continuato a prendere polvere in quella libreria, quindi grazie papà.

Ed è sempre lui che mi ha un pò raccontato la storia dello scrittore, ovvero Giorgio Faletti.

Vi stupirà sapere che Giorgio Faletti non faceva lo scrittore come professione principale, bensì il comico, che si era un pò stufato dei libri che c'erano in giro e un giorno disse: Sai che c'è? Visto che i libri in giro non mi soddisfano, lo scrivo io, un libro con i requisiti giusti. E con questa dichiarazione si rimboccò le maniche e cominciò a scrivere.

Ma visto che mi sono dilungato un po 'troppo, possiamo finalmente parlare del fulcro di questa recensione, ovvero Io sono Dio.

Allora, parlare di questo di libro è un pelino complicato, in quanto ci sono tanti elementi in ballo, che non vi spoiler perché altrimenti che senso avrebbe leggere un libro senza l'effetto sorpresa.

Ma l'unica che vi posso dire è un po come è strutturato questo libro.

Il libro è diviso in due parti, una nel passato e l'altra nel presente, nel passato conosciamo il villain della storia, ovvero Wendell Johnson, soldato del Vietnam, che si è completamente sfregiato e per ciò congedato, che per quello che gli hanno fatto in guerra e per come gli hanno anche rovinato il suo futuro, cercherà vendetta. 

Nel presente, invece, seguiremo le vicende di Vivien Light, una detective della polizia di New York che, insieme ad un fotoreporter, dovrà  seguire il caso di un pazzo omicida che definisce Dio.

Il tutto condito con una semplice storia d'amore, perché quello che noi gustiamo, mentre noi leggiamo questo è, oltre all'indagine, il concetto di guerra.

Perché infatti, uno degli argomenti che lo scrittore tratta è proprio la guerra. Di come la guerra possa cambiare le persone nel profondo.

Di come loro all'inizio siano una persona e poi, con le situazioni che hanno vissute e che noi potremmo comprendere soltanto a metà, e poi al ritorno siano persone nuove.

In questo libro si raccontano esperienze vissute di cui restano soltanto i ricordi.

Finito questo piccolo monologo sulla guerra, spero sia riuscito bene, vi posso dire che questo libro merita una possibilità.

Adesso vado a vedere se la libreria dei miei riesci a stupirmi un'altra volta. Portuguese This book is one of the most beautiful books written by Giorgio Faletti. It is set in New York City where detective Vivien Light and Russell Wade investigate a mysterious case that could destroy the entire city of New York. This is an intricate thriller about how a great policewoman and a former press reporter can collaborate against a serial killer. Faletti’s style is amazing and he can put the reader inside the story. I enjoyed this book and its characters. If you love thrillers this is a must-have to read.

Ciao Giorgio! Portuguese Na verdade 4.5

Adorei! Não conhecia nem o autor nem o livro antes de o ver à minha espera na fnac. Mais uma compra compulsiva bem-sucedida, só tenho pena de não ter trazido também o Eu Mato do mesmo autor.

As primeiras setenta páginas demoram um pouco a desenvolver a história, mas nunca em risco de se perder o interesse. O enredo faz-nos querer saber mais e continuar a ler. Personagens verosímeis, fáceis de gostar pela sua humanidade. Um livro simples, muito bem escrito, sem cair na presunção.

Recomendo a quem gosta de um bom policial.
Portuguese

Eu

Um serial killer aterroriza a cidade de Nova Iorque. As suas ações não seguem os padrões conhecidos pelos criminalistas, sendo a escolha das vítimas totalmente aleatória. Não lhes olha nos olhos enquanto morrem, mas também não o poderia fazer, pois ataca massivamente.
As autoridades procuram desesperadamente um rosto, mas o assassino não tem rosto, nem nome, nem passado, nem futuro.
Vivien Light, uma jovem detetive que esconde os dramas pessoais sob uma sólida imagem profissional, e Russel Wade, um repórter fotográfico com um passado que deseja esquecer, são a única esperança para deter esse homicida - um homem que não pode ser responsabilizado pelos seus atos... um homem que acredita ser Deus. Eu Sou Deus

Giorgio Faletti ï 3 characters

Crime fiction is not my favourite genre, but when it is done well, I really do enjoy it. Emily and Jamie from Constable Robinson publishers regularly feed my reading needs, sending me a wide assortment of their titles to try. When I Am God by Giorgio Faletti dropped through the letterbox, I really wasn't sure what to think - the cover alone is enough to scare the pants off you and the blurb on the back is intriguing.
So, a couple of days later, I finally raise my head from the pages, and it really has been the most fabulous read, to use a well-worn phrase; 'I really couldn't put it down'.
This is a very cleverly written novel, with a wide cast of characters who at first seem to have nothing whatsoever to link them, as the story unfolds, these characters become more and more entwined within this gripping story.
There is a serial killer on the loose. A serial killer with a difference - the police are aware that there are buildings in New York city that have mines in their foundations - they were put there at the time of construction and someone, somewhere is making sure that they are detonated. Vivian Light is the policewoman in charge of the investigation and the chase to find the killer and what follows is a superbly crafted thriller with red-herrings, twists and unexpected events galore - keeping the interest of the reader throughout the story.
An unpredictable story line, an astounding ending and some really realistic characters - added to a sense of tension that is almost unbearable towards the end, this novel is a real triumph of a thriller. Portuguese foi interessante. não esperava o plot final, mas acho que era esse o objetivo (eheh I'm so funny). gostei mas não adorei. boas personagens, boa história, boa escrita. mas não sei. esperava um pouco mais. não é bem 3 estrelas, é mais 3,5 Portuguese 'Io sono Dio ' (I am God) is a beautifully written, fast paced story about how one man looses himself in Vietnam and returns to the States full of hatred to the government that betrayed him so badly. The main story is the classic tale about finding the bad guy and stop him in time to save everyone from dying under cruel circumstances, but it's also about finding peace with whom you are, what you are. The plot of the book worked very well in my mind and although I was closer then I thought to figure out who the bad guy was, I was surprised as the horrible truth were revealed at the end.

I'm not a huge crime novels fan but I am a Faletti fan. His way with words intoxicate me to a point where I find myself vanishing into a rainbow of words that together fills my heart with promises of love and a perfect world - only to be brought back a moment later with the cruel events that our non-perfect world at times makes us deal with.

Most descriptive writers have a tendency to get lost in the details. The attention they give every new thing mentioned overshadows the plot and for some it goes so bad that their novels ends up as nothing more then printed pages filled with words. It takes more then that to write a book. Although Faletti is a descriptive writer and it is one of the reasons I love him so, he knows when to dwell and when to move on and perhaps more importantly, he knows how to say a lot in just a few words.

I would certainly recommend this to anyone who would enjoy a good thriller but also anyone that enjoys books from a master of words.


Portuguese Gostei do enredo e das personagens, acho que a escrita é bastante visual mas ao longo do livro fui encontrando muitas fragilidades.
Parece que o autor não conseguiu conciliar uma melhor análise das personagens em detrimento da acção; no final fiquei com a sensação de algo incompleto! Portuguese This book is full of unexpected plot twists and turns. Till the end you cannot know who sets the bombs to blow. Detective is following all those leads towards killer but the real God stays hidden till the end. Faletti keeps his readers tense till last few pages of the book. You cannot imagine how will it all solve and who is the killer. REALLY great book. Really. Portuguese